Qual o melhor plano de saúde para recém-nascido?

Para você que acabou de receber um novo membro em sua família, já sabe qual o melhor plano de saúde para recém-nascido? Saiba que existem regras específicas e diferenciadas para o plano de saúde para recém-nascido? Isso mesmo, os bebezinhos contam com condições especiais, incluindo até mesmo o atendimento sem carência. Ou seja, não é preciso esperar nada para começar a usar a cobertura.

Nesse artigo vamos falar um pouco mais sobre o assunto e te ajudar a identificar o melhor plano de saúde para recém-nascido. Existem muitas opções no mercado, mas muitas vezes os pais não conhecem o procedimento, nem mesmo como escolher o plano ou fazer a adesão da criança.

Esses e outros assuntos serão abordados agora, para que a saúde do seu filho esteja garantida. Vamos lá?!

O que é plano de saúde para recém-nascido

Primeiro é importante explicar o que o que é plano de saúde para recém-nascido. E, para isso, você deve saber o que é um recém-nascido. Parece meio óbvio, mas muita gente acaba gerando confusão quando fala do tema.

Isso porque existe uma idade máxima. De acordo com os profissionais da pediatria, as crianças são consideradas recém-nascidos desde o nascimento até o vigésimo oitavo dia de vida.

E é justamente nesse período que o seu filho, seja ele biológico ou adotivo, tem a proteção legal e uma série de vantagens com relação ao plano de saúde. Os melhores planos de saúde para recém-nascidos trabalham com o período de 30 dias.

Ou seja, consideram recém-nascidas aquelas crianças que ainda não completaram trinta dias de vida. Esse também é o indicador utilizado pela lei ao tratar dos planos de saúde suplementares.Qual o melhor plano de saúde para recém-nascido

Importância de incluir a criança no plano de saúde

Muitos dos problemas de saúde apresentados por crianças podem ser contornados ainda nos primeiros dias de vida. Por isso as crianças, assim que nascem, são submetidas a uma série de exames e testes, como o do olhinho e do pezinho.

São procedimentos que visam diagnosticar problemas e complicações, permitindo que os profissionais da área da saúde atuem o mais rápido possível. Os melhores planos de saúde para recém-nascidos oferecem cobertura completa para todos os tratamentos e exames que a criança precisa.

Todo mundo sabe que as crianças, assim como os idosos, possuem necessidades especiais. Nas crianças, o organismo não está completamente formado. Músculos, ossos e cartilagem vão se constituindo aos poucos.

É preciso colocar a saúde do recém-nascido em primeiro lugar, desde o parto. A melhor forma de fazer isso é através de um plano de saúde especializado, que ofereça coberturas compatíveis com as necessidades do pequeno.

Os pais que já contam com um plano de saúde podem aderir a criança. Trata-se de um procedimento muito simples, rápido e sem burocracia. Quanto mais rápida for feita a inclusão, melhor para todos.

Dessa forma a criança estará protegida, poderá aproveitar da cobertura média e ambulatorial, além de outros cuidados, sempre com base no contrato firmado.

Qual tipo de plano de saúde para recém-nascido escolher?

Uma das grandes dúvidas enfrentadas pelos pais, principalmente os de primeira viagem, diz respeito ao tipo de plano de saúde para o bebê. Como escolher?

Existem muitos tipos de planos diferentes. Os principais são: ambulatorial, hospitalar, obstetrícia e odontológico. Vejamos o que muda de um para o outro.

  • Plano ambulatorial: oferece ao recém-nascido todos os procedimentos tradicionais, considerados padrão, como as consultas médicas, atendimento ambulatorial e exames específicos.
  • Plano hospitalar: a diferença aqui está no local de atendimento. Caso necessário, o plano cobre a internação em ambiente hospitalar.
  • Plano de obstetrícia: oferece cobertura no parto e pós-parto.
  • Plano odontológico: voltado para o cuidado com a saúde bucal do recém-nascido.

O mais ideal é que o plano em que será incluído o recém-nascido conte com todas essas coberturas. Elas são essenciais para que a criança tenha um desenvolvimento saudável, sem transtornos e sem complicações. Mais saúde para o bebê e mais tranquilidade para os pais. Qual o melhor plano de saúde para recém-nascido

Melhores planos para recém-nascidos do mercado

Agora chegou a hora de comentar um pouco sobre os melhores planos de saúde para recém-nascido do mercado. Existem muitos por aí, mas nem todos oferecem o cuidado e atenção que o seu filho merece.

Antes de mais nada, vale a pena saber o melhor plano de saúde para recém-nascido não é aquele que cobra menos, mas sim aquele que oferece cobertura ampla e valor justo na mensalidade, além de bom atendimento e condições.

Dividimos os planos por regiões, sendo assim para que mora em São Paulo Capital, as melhores opções de planos de saúde para recém-nascidos são os seguintes:

  • Bio Saúde
  • Next São Paulo
  • Garantia de Saúde

Para quem mora em Guarulhos e Zona Leste, especificamente, poderá contratar os seguintes planos de saúde para recém-nascidos:

  • Com tour
  • HBC
  • Next Guarulhos
  • Unimed Guarulhos

Como incluir o recém-nascido no plano de saúde

De acordo com a legislação brasileira, os recém-nascidos podem ser inclusos no plano de saúde de seus pais e desfrutar de várias coberturas sem carência, por um período de trinta dias. Ou seja, durante os primeiros trinta dias de vida da criança.

Como não existe carência para os recém-nascidos, assim que eles são inclusos passam a contar com a cobertura, tendo direito a exames, consultas e procedimentos médicos e até internação.

Atenção, o custo é zero apenas no caso em que a mãe possua a cobertura obstétrica em seu plano original. E não existem diferenças de plano para plano. Todas as operadoras devem seguir essa regrinha dos trinta dias sem carência.

Mas atenção, a inclusão da criança deve ocorrer dentro desses trinta dias, caso contrário o bebê terá que esperar o período de carência normalmente.

Já escolheu o melhor plano de saúde para recém-nascido? Está na hora de fazer a inclusão do seu filho. O procedimento não é automático, o que significa que você deverá correr atrás.

Lembrando de fazer isso logo nos primeiros dias de vida da criança ou nos primeiros dias da adoção. Como as seguradoras são obrigadas a respeitar a lei, se o seu plano de saúde se recusar a fazer a inclusão, faça uma reclamação e acione a ANS (Agência Nacional de Saúde Suplementar).

O cadastro da criança pode ser feito de forma presencial, por telefone, por e-mail ou por carta com protocolo. Procure saber junto ao plano de saúde a opção mais viável.

Será necessário apresentar RG e CPF do titular do plano de saúde, bem como a certidão de nascimento da criança e documento que ateste a filiação (que o titular do plano de saúde é pai ou mãe do recém-nascido).

Viu só como vale a pena contratar um plano de saúde para recém-nascido? Os primeiros trinta dias são sem carência para atendimento de pronto-socorro, o que é muito bom para os pais e principalmente para o bebê, que fica protegido.

Saiba mais sobre os planos de saúde para recém-nascido. Não deixe o seu filho de fora!

Adicionar comentário

Your email address will not be published. Required fields are marked *